miércoles, 26 de marzo de 2014

BENZIMENTO DE DOR-DE-CABEÇA



Coloca-se o doente assentado numa cadeira,
na frente duma porta aberta para o terreiro e,
com três raminhos de arruda ou de alecrim molhado
numa tijela d'água, benze-se em cruz a sua cabeça, começando pelo cocoruto e terminando no queixo.
 
Recita-se um credo.
 
Assim que o benzedor começar a bocejar,
sinal evidente de que a dor saiu do doente
e passou para o seu próprio corpo,
realiza-se a parte final da cruz.
 
Com um machado, o benzedor traça cruzes
nos batentes das portas da casa,
murmurando:
 
"Corto, tiro e mando embora",
 
por três vezes, ao que o doente responde:
 
"a dor-de-cabeça".
 
 
 

0 comentarios:

Publicar un comentario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mi lista de blogs

Google+ Followers